De volta ao Planeta Mongo

Ming em carne, osso e bigode.Lá se vão mais de 72 anos desde que Dr. Zarkov e o atlético Flash Gordon chegaram ao Planeta Mongo e iniciaram uma verdadeira revolução para derrubar o tirano Ming. E conseguiram, com a ajuda dos povos fantásticos que habitam o planeta.

Bom, depois que Ming foi derrotado o Planeta Mongo parecia que iria viver uma era de paz. Mas, depois de tantos anos de ditadura e corrupção, Mongo não conseguiu ainda encontrar seu caminho. Naquela época ele já era chamado de “o planeta do futuro”, mas seus políticos não honram o voto que recebem da população sofrida, e a cada dia que passa, a imprensa denuncia uma nova fraude. Há desvios de verbas públicas e escândalos inimagináveis. Seu atual imperador, Loliginídeo I, o cefalópode, (lá os imperadores são eleitos pelo povo, mas democracia ainda parece algo que engatinha) alega inocência, apesar da descoberta de que seus principais ministros montaram uma verdadeira máquina de corrupação para que o partido que eles representam continue se perpetuando no poder. Loliginídeo I se diz traído e afirma que nunca percebeu nenhuma maracutaia. “Confiei em meus assessores cegamente!”, afirmou.

Vai acreditar nessa história!

Pode parecer mentira que algo assim possa acontecer, mas isso é a mais pura verdade! Ainda bem que eu moro no Brasil (Planeta Terra) e estou longe de toda essa história.

Quem me envia notícias do Planeta Mongo é Zarkov, que voltou para lá assim que Flash desistiu de jogar futebol americano. Hoje o cientista estaria com aproximadamente 130 anos, se ele não vivesse em Mongo, mas como lá cada ano corresponde a 50 anos da Terra, ele está muito conservado! Esse, aliás, é um bom motivo para viver naquele planetinha subdesenvolvido!

Categorias Sem categoria

Um comentário em “De volta ao Planeta Mongo

  1. Conheci Zarkov, qdo ele ainda se chamava, CouvTzar. Jogava no Tigris Fccundus, ali em Sernampetiba.
    Lembro mto bem, que sua careca era uma formidável arma. Ele a lustrava com parketina, mto melhor do q oleo de peroba (que o Loliginídeo, abusava)- na esperança que a cara (dele) ficsse como uma “táuba”, qdo ele pronunciasse a frase secretis !naum sei di nadia)-. Mas, Couve, na intimidade eu o tratava assim, usava sua briliantérrima careca para exterminar os agenti Mings, ele olhava o Sol (nunca vi ninguém olhar o Sol, comu ele!)e girafa, digo, giralva, sua cabeça, dele, num ângulo tal, que o probre do agenti migué, recebia um tremendio raio voltáico, nas fusças (dele) e…extrebuchava ái mesmo. Só um tiquinho de cinza, e uma fumacinha azul.
    Meu tipo inesquecível, Doc CouveTzar (vc qui inventou Dr Zarkov?)maliciento!
    Uma veiz, como dizia o alemão, tá bom, vamu lá, Zarkov, quiz virus ao Brazil (ñ sei pourque ele tacava esse Z), vóis sabiais que MONGO é uma sigla?? do Lulivientu (é o mesmo …seu luli, só que ventou aka) yeesssssss! veja bem, mas, veeejja beeem, Mon (do french “meu”) Ong (vc sabiais o q é ong, não? aquilo que ñ é di ninguem pessoa, mas uns e outros meééti a mãozona).
    Ké dizê, a sua Ong (dele Loligenidio), é o Planeta Mongo, segunda tradução, Mongo = Brazil.
    Intau, Zarkov, viu que ele era couvtzar, qui sem querê descobriu o Brazil, nesta sigla planetária e mongolóide!
    Esta istoria me foi contada, mas eu digue que conheci o cou, quero dizê, Zarkov, pra fazê um grau!
    S vc naum gosti assim, dire me, que vou escritar dotro jeitu.
    Discurpe, não sei si foi contagiu com esse eróy Lili…como é mesmo? ou se foi pelo longuíssimo tempo que andava em mongo, uns75 anus daquele planetis! quieu saiba nasci analfa,agora escrevo bem ainsim!
    Atémais brevis.
    Luigi

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s