O século de Adolfo Aizen

No último domingo, dia 10 de junho, comemorou-se o centenário de nascimento de um dos mais importantes editores do país, criador do Suplemento Juvenil, fundador da Editora Brasil-América – a lendária Ebal –, e um dos pilares da implantação e fomento das modernas histórias em quadrinhos no país. Seu nome: Adolfo Aizen. Entre suas proezas está a de criar um suplemento de quadrinhos, na primeira metade dos anos 30, com os mais destacados personagens do mundo da época, quando ninguém acreditava que essa idéia pudesse, sequer, ser implementada no Brasil. Ele também trouxe os heróis da Marvel que nos anos 60 revolucionaram a maneira de contar histórias seqüenciais.

Nossa forma de homenagear o editor, foi postar o texto e foto abaixo, publicado originalmente na revista Cheyenne (Reis do Faroeste), nº9, de setembro de 1970. Pelo texto, percebe-se claramente como foi emocionante para Adolfo Aizen, a comemoração dos 25 anos de fundação de sua editora. Leia e curta o momento: Aniversário de 25 anos de fundação da Ebal
A hora maior do bolo maior.

Passava já das oito horas da noite, quando o Bolo Gigante teve a sua primeira fatia cortada pelo Diretor da Editora. Dentro e fora do Refeitório, mais de mil convidados se comprimiam, depois da Chamada Geral de todos os heróis de verdade – aqueles que há Chamada Geralmais de vinte anos trabalham conosco; aqueles que mesmo sem ter todos esses anos de trabalho contínuo, continuam prestando-nos a sua colaboração; aqueles que, pelo parentesco, lembram carinhosamente aqueles a quem Deus levou. Vinte e cinco, ao todo. As velas foram acesas. As luzes de toda a rede elétrica foram apagadas. E, acompanhados pela Banda Marcial da Escola de Cadetes da Polícia Militar da Guanabara, ouviu-se o Parabéns Pra Você… cantado por todos os presentes. A mais viva emoção e alegria reinavam no ambiente. E foi então que, seguindo-se à canção Parabéns, ouviu-se o hino Cidade Maravilhosa. Horas inesquecíveis viveu a Editora Brasil-América, no dia 29 de maio de 1970, comemorando o 25º Aniversário de sua fundação.
Agora, só em 1995…

—–
Aizen morreu em 10 de junho de 1991. A última edição do álbum de luxo de O Príncipe Valente lançado pela Ebal foi publicado em 1995.

Para saber mais sobre Adolfo Aizen, compre a revista Cult nº113 e leia a matéria sobre o centenário do editor, escrita por Gonçalo Jr., autor do livro (imperdível) A Guerra dos Gibis. Este texto também pode ser lido neste link mas, de qualquer modo, não deixe de comprar a revista, que é ótima.
Leia também o verbete sobre a Ebal na Wikipédia.

Você pode ampliar as fotos que ilustram este texto. Basta clicar nelas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s