FHAF na Travessa


Confirmado: na próxima quarta-feira, dia 9 de fevereiro, o cultuado desenhista Floriano Hermeto de Almeida estará na Livraria da Travessa, no Shopping Leblon, autografando o Jornal da ABI – A Cronologia dos Quadrinhos 2  que será lançado a partir das 19h30min e conversando com os fãs e desenhistas presentes.

Floriano de Almeida ficou conhecido na década de 1970 quando passou a criar histórias para a revista O Judoka, da Ebal, assinando seus trabalhos como FHAF. Ele produziu apenas cinco aventuras com o herói brasileiro criado na Ebal, mas o nome de Floriano ganhou para sempre um lugar na história dos quadrinhos brasileiros e seu trabalho se tornou menção obrigatória de estudiosos de quadrinhos como Moacy Cirne e Álvaro de Moya, pelo tratamento gráfico que ele dispensava às histórias que criava.

A seqüência da queda e do close no olho que Floriano criou em A Caçada, a primeira aventura de O Judoka que desenhou, é uma das mais publicadas em livros de estudos de quadrinhos (como BUM! A Explosão Criativa dos Quadrinhos, de Moacy Cirne. Editora Vozes)

Mas porque ele nunca mais fez nenhum outro trabalho?

Nessa edição do Jornal da ABI totalmente dedicada aos quadrinhos há uma entrevista com Floriano, onde ele conta porque ele decidiu desenhar para a Ebal, qual foi a história que ele menos gostou, quais os desenhistas que o inspiravam e também responde a essa pergunta.

Na década de 1970 era engenheiro do Metrô do Rio. Como se sabe, para um profissional sobreviver apenas de quadrinhos no Brasil era (e ainda é) muito sacrificante. Ele passava horas e horas desenhando em seu tempo de descanso e lazer. Assim, depois que a revista do personagem foi cancelada, Floriano nunca mais voltou a desenhar quadrinhos. Com apenas cinco trabalhos ele mudou a cara de um personagem. Imagine se no Brasil houvesse um mercado de quadrinhos forte. Floriano de Almeida certamente poderia viver dessa arte! E nos teria dado obras belíssimas.

Para ler o Jornal da ABI – A Cronologia dos Quadrinhos 2, CLIQUE AQUI.
Abaixo, uma página da história Irma La Douce, escrita e desenhada por FHAF.

4 comentários em “FHAF na Travessa

  1. E filme do Judoka, com o Pedrinho Aguinaga e a Elisangela?
    Embora aproveitador da fama das revistas, menosprezado e esquecido , gostaria de saber se ainda existe por ai úma copia nas maos de alguem.

    Sergio

    1. Tem pelo menos uma cópia sim… Em breve divulgo onde e vamos fazer uma sessão nostalgia-trash para todo mundo que tem curiosidade em conhecer esse filme esquecido!!! (Ele não é menosprezado porque é ruim de doer!!!)

  2. Olá, Amigo!
    Parabéns pelo Blog, que está ótimo!

    Estou fazendo uma pesquisa para um livro sobre personagens brasileiros de quadrinhos e um deles será O Judoka. Neste livro pretendo ter um capítulo dedicado exclusivamente ao FHAF e outro falando sobre o filme.

    Para tanto sua ajuda será de muita valia para mim. Preciso entrar em contato com o FHAF. Você teria o e-mail ou telefone dele?

    E sobre o filme do O Judoka, que foi dito num dos comentários acima que vocês fariam breve uma seção nostalgia para assisti-lo. Onde eu posso conseguir uma cópia dele?

    Agradeço seu retorno.

    Abraços

    Alvarez

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s