O Almanaque dos Cômicos Famosos da La Selva


Em julho de 1960, a Editora La Selva reuniu num almanaque alguns dos mais famosos comediantes do cinema em preto-e-branco: O Gordo e o Magro, Os Três Patetas, e Abbott e Costelo. Esses personagens já eram publicados em revistas avulsas da editora e agora passeavam pelas 104 páginas do Almanaque dos Cômicos Famosos que, para efeitos de expediente, foi uma edição especial da revista Cômico Colegial.

A bela capa trazia expressões populares da época, como “Que bola” ou “40 mangos” (informando o valor da revista numa gíria). Na última capa, tentativas de fazer humor em quadro charges não tão felizes. Pouco importa. O mais interessante desta revistona é a qualidade dos desenhos das 12 histórias que compõe a publicação. Principalmente as dos Três Patetas, que foram ilustradas brilhantemente por Norman Maurer, como se pode apreciar nos exemplos publicados neste texto.

Um detalhe bastante curioso, é que Maurer era casado com Joan Howard, a filha de Moe, o rabugento chefão dos patetas. Por conta disso, a vida profissional desse talentoso desenhista esteve intimamente ligada ao do grupo de comediantes, e seu estúdio foi o responsável pela produção das histórias em quadrinhos do trio.

Maurer também produziu, escreveu e dirigiu diversos filmes dos Três Patetas depois que o contrato deles com a Columbia terminou, em 1957. E nos anos de 1965 e 66, foi o produtor executivo de uma série de desenhos animados com a trupe.

Outro trabalho interessante é o de Reuben Timmins para as quatro histórias de O Gordo e o Magro publicadas na revista. Se você acha que o desenho de Reuben lhe é famliar, você tem toda razão! Ele foi um dos animadores do famoso estúdio de animação dos irmãos Max e Dave Fleischer, que produziram, entre outras pérolas, a sensualíssima Betty Boop. Mas Reuben trabalhou como animador também nos Estúdios Disney e realizou ainda a série de animação de Jornada nas Estrelas (Star Trek).

Embora as histórias de Abbott e Costelo não estejam creditadas, a que abre o almanaque – O Caso do Ídolo Negligente – foi desenhada pelo casal Eric Peters e Lilly Renée. Talentosa, ela era a responsável pelos desenhos das mulheres sensuais que cruzavam o caminho da dupla atrapalhada, enquanto o marido desenhava os outros personagens. Veja do lado esquerdo a delicadeza do trabalho de Lilly Renée na finalização da personagem feminina (e fatal) dessa aventura.

Na divisão das histórias deste Almanaque dos Cômicos Famosos, a dupla Abbott e Costelo foi contemplada com cinco aventuras, enquanto que O Gordo e o Magro ficou com quatro, e Os Três Patetas com apenas três. Mas o número de páginas destinado a cada um deles foi muito equilibrado. Isso aconteceu porque as histórias dos Três Patetas são mais longas e elaboradas, e somaram 36 páginas no total. Este foi o mesmo número de páginas destinado à dupla Laurel & Hardy; enquanto que Abbott e Costelo, com maior número de histórias, ficou com apenas 31 páginas.

Este almanaque é um raríssimo e valioso item de colecionador que vale muito a pena resgatar.

Abaixo, mais páginas desenhadas com extremo talento por Norman Maurer, além da terceira página do almanaque (com o índice das histórias e o expediente) e da última capa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s