A Mafalda de Henfil


Mafalda, a garotinha que contestava, criada por Quino em 1964 na Argentina, sempre foi uma personagem que me encantou. Principalmente nos duros anos da ditadura militar quando ela podia falar muitas verdades que nós não tínhamos liberdade para dizer. Ela lavou minha alma em muitas ocasiões. Naquela época ler quadrinhos estrangeiros não era tão fácil. As publicações eram escassas e personagens que criticavam o sistema, como Mafalda, ficavam restritas a publicações independentes. Mas em 1982, já com a abertura “lenta e gradual”, a Global Editora passa a lançar nas bancas uma série de livros com as tiras de Mafalda. A tradução do material ficou a cargo de Mouzar Benedito e a edição final do texto ficou por conta de ninguém menos que… Henfil! O letrista não caprichava muito nas letras mas repare nas tiras que reproduzo abaixo que Henfil faz a opção de manter a pontuação da língua espanhola, com exclamações e interrogações também no início das frases, além de deixar algumas expressões em espanhol para não nos deixar esquecer as origens da personagem. Um trabalho muito atencioso.

Coincidentemente, algo mais aproximava Henfil e a Mafalda de Quino, além desse trabalho de edição de texto: foi também em 1964 que os Fradinhos foram publicados pela primeira vez, ainda em forma embrionária, é verdade. Mas eram eles. A mais popular criação do irmão de Betinho ganhou o mundo a partir da revista mineira Alterosa.

Abaixo, sete tiras da Mafalda publicadas nos livros da Global. Curta a personagem criada por Quino com um pouquinho de Henfil!
Mafalda e seu radinho: ela procurava ficar conectada ao mundo ;-)
Mafalda continua muito atual!

Quer saber o que há editado sobre a Mafalda no Brasil? Comece fazendo uma pesquisa em sites de comparações de preços, como o Buscapé (o meu favorito). Ou então visite o site da Martins Fontes ou da Comix e faça a pesquisa por lá mesmo.

Anúncios

Cinco vezes Mafalda


Reparei que muita gente está chegando a este blog procurando por informações e imagens da Mafalda através dos mecanismos de busca na internet. Por isso vou direto ao assunto e compartilho com os visitantes de Um Blog no Planeta Mongo estes cinco desenhos da personagem criada em 1964 pelo grande desenhista argentino Quino. Para ampliá-los em ótima resolução, basta clicar em cada desenho. Caso você queira ler algumas tiras da Mafalda, clique no link de seu nome, acima.

Aproveite para ler esta entrevista realizada pelo jornalista Ariel Palácios com dois gigantes do humor gráfico argentino: Quino e Fontanarrosa. Você também pode clicar AQUI para ler mais sobre Quino.