Spirit na corda bamba

Jaime King - CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Mais um revés na tortuosa carreira cinematográfica de The Spirit: originalmente previsto para estrear no Brasil no dia 6 de fevereiro o filme cometido por Frank Miller teve seu lançamento no Brasil adiado para o dia 13 de março. Assim a Sony, que distribui a produção no Brasil, evitou o confronto com os grandes lançamentos cinematográficos indicados ao Oscar que acontecem neste final de janeiro e início de fevereiro. Como The Spirit foi um desastre completo nos Estados Unidos, o fracasso nas telas tupiniquins já é esperado. Resta então minimizar a perda.
The Spirit na corda bamba - CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Bom, como a coisa já está feita, utilizemos então a filosofia Zen daquela sexóloga que já foi ministra do turismo: vamos relaxar e gozar. Comecemos então vendo os detalhes da foto da bela Jaime King (no topo deste texto), que já esteve em Sin City e repetirá seu papel em Sin City 2. Neste equívoco ela interpreta Lorelei Rox, uma fêmea fatal com olhar penetrante e cabelos esvoaçantes. Agora, repare no detalhe de sua suave mãozinha; veja os seus lindos dedos… Opa! Por que será que o dedo médio não está dobrado como os outros? Será alguma mensagem subliminar para os fãs do Spirit? Vai saber…
Eva Mendes - CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Esta foto é de outra linda mulher, Eva Mendes, que dá as cartas como a dominadora e misteriosa Sand Saref. Eva (não confundir com a robozinha de Wall-e) também já deixou de cabeça quente outro personagem saído dos quadrinhos: o Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider). E olha que ela foi criticada por um amigo jornalista por causa de sua atuação nesse filme. Que injustiça! Com todo esse talento que lhe é inerente a moça ainda precisava saber atuar?

Clique nas fotos para ampliá-las em ótima resolução. Copyright© 2003-2004 Sony Pictures. All rights reserved.
Na área de papéis de parede deste blog você pode baixar alguns com cenas do filme e imagens dos quadrinhos clássicos de The Spirit, de Will Eisner.
Visite também o site oficial do filme para ver mais fotos e trailers e baixar wallpapers e ícones.

Anúncios

Os fãs do Spirit gritam!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR ESTE POSTER HORIZONTAL EM BOA RESOLUAÇÃO
CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DESTE POSTERFoi um fracasso total a estréia de The Spirit nos Estados Unidos. O filme que Frank Miller cometeu não passou de um horroroso 9° lugar no seu fim de semana de estréia com um faturamento ridículo de pouco mais de US$10 milhões em quatro dias de exibição. Aliás, dos cinco filmes que estrearam nesse fim de semana, Spirit foi o último colocado com quase um terço do faturamento do quarto colocado, Valkyrie, a superprodução de Tom Cruise, que rendeu pouco mais de US$30 milhões nos mesmos quatro dias.

Só para ter uma idéia de comparação, Bolt Supercão, a nova animação da Disney não teve uma estréia boa mas, mesmo assim, faturou quase o triplo –pouco mais de US$ 28 milhões – no mesmo espaço de tempo.
CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
As críticas ao filme nos Estados Unidos são as piores possíveis. A maioria dos fãs do Spirit detestou a produção e um dos motivos é a história rasa e sem criatividade levada às telas. Algo impensável para uma trama com o personagem mascarado que tinha aventuras surpreendentes nos quadrinhos, conduzidas pela habilidade genial de Eisner e sua fantástica equipe.
CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR ESTA FOTO
O projeto de levar para os cinemas a imortal criação de Will Eisner já existia há muito tempo, mas ele foi sendo adiado. O que não dá para entender é como, depois de tanto tempo no papel, a adaptação de um dos mais importantes personagens dos quadrinhos é entregue para alguém que nunca realizou um filme sozinho.

Esse moço não sabe fazer cinema! Será que Frank Miller não tem nenhum amigo que fale isso pra ele? Alguém tem que chegar nele e ser franco: “Ô, Miller, volta a fazer o que você sabe fazer melhor e deixa o cinema para quem entende, cara! Não se queime mais! Vai criar uma nova graphic novel, vai. Larga esse troço de querer fazer o que você não tem competência. Afinal, saber fazer histórias em quadrinhos não lhe dá cabedal para dirigir um filme! Deixa de ser estrela!!!”
CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM BOA RESOLUÇÃO
Samuel L. Jackson - CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃOMas esse fracasso é também o fracasso da estética que Miller impôs ao personagem. A estética copiada de Sin City, filme que ele dirigiu junto com Robert Rodriguez e Quentin Tarantino. O trailer e os materiais divulgados já davam uma pista de que a produção é um verdadeiro equívoco.

Programado para estrear no Brasil daqui a um mês, The Spirit chegou aos Estados Unidos no dia de Natal. E, pelo visto, foi um presente de grego para os fãs do célebre personagem. O espírito de Will Eisner não merecia isso…

Visite a área de wallpapers deste blog para baixar papéis de parede do Spirit, tanto na versão dos quadrinhos, quanto na do cinema.

Pretinho básico

Scarlett Johansson - CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Mulheres adoram um pretinho básico (tem até um blog chic com esse nome). Homens também. Por motivos diferentes, claro. Aos homens o que interessa é o conteúdo. Ou seja, a beleza interior. Veja esse pretinho básico que envolve a atriz Scarlett Johansson no filme Spirit: não é… elegante? Repare nos olhos da moça e veja como eles combinam com a roupa que ela veste. Spirit, produção cometida pelo gênio dos quadrinhos e cover de diretor, Frank Miller, promete ser uma droga mas, pelo menos, teremos colírio para os olhos!
Clique na foto para ver mais detalhes na imagem ampliada.
Copyright© 2003-2004 Sony Pictures. All rights reserved.

Spirit e a cidade do pecado

CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Como já havia escrito aqui há pouco mais de um ano, a cada novo trailer e foto divulgada de The Spirit, filme de Frank Miller baseado na imortal criação de Will Eisner, me decepciono um pouco mais e fico com a nítida certeza de que o gênio dos quadrinhos nunca deveria ter ido parar atrás das câmeras. Sua experiência com cinema começou de forma traumática, escrevendo o roteiro de dois desastres cinematográficos que nunca deveriam ter sido realizados: Robocop 2 (de 1990) e Robocop 3 (de 1992).
Samuel L. Jackson como Octopus - CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
Depois de mais de 12 anos, quando todos acreditavam que ele continuaria fazendo o que ele sabe fazer de melhor – histórias em quadrinhos –, surge a notícia de que ele voltou ao set de filmagem dirigindo (!!!) a adaptação cinematográfica de sua notável criação, Sin City. Mas, graças aos deuses de Hollywood, Frank não se aventurou sozinho nessa empreitada: o cultuado diretor Robert Rodriguez também estava à frente do projeto. E os dois tiveram uma ajudinha bem legal do mestre Quentin Tarantino. Assim, Sin City se tranformou num grande sucesso de público e crítica. Deve ser por isso que ele achou que podia dirigir outro filme… só que desta vez, SOZINHO! E a vítima foi (infelizmente) nosso grande Spirit, que chega aos cinemas em janeiro sem ter aquele espírito criativo se seu genial autor. Will Eisner merecia um tratamento melhor.
CLIQUE PARA AMPLIAR ESTA FOTO EM ÓTIMA RESOLUÇÃO
As fotos que ilustram este texto podem ser ampliadas em ótima resolução. Postei também alguns papéis de parede que fiz com outras fotos de divulgação para imprensa. Assista ao trailer legendado do filme e veja a semelhança visual com Sin City.

Com quantas mulheres se faz um Spirit?

Além do visual calcado em Sin City, o novo trailer de The Spirit dá a entender que o personagem de Will Eisner será apenas um conquistador barato, cover de detetive. Triste fim para o policial que viveu aventuras fantásticas e extremamente criativas nos quadrinhos que tinham aquele jeitão de film noir, onde o Spirit quase sempre era envolvido pelas curvas (e mentiras) de uma mulher fatal. Na produção dirigida por Frank Miller que chega em janeiro aos cinemas, aparecem nada menos do que seis mulheres a provocar o herói: Sarah Paulson, Scarlett Johansson, Paz Vega, Jaime King, Stana Katic e Eva Mendes. Um exagero para uma história do Spirit, mas não para os nossos olhos.

Veja só o trailer legendado… 

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

 

more about “Spirit – Trailer legendado“, posted with vodpod

O espirito que desanda

No último sábado, dia 19 de abril, foi divulgado o teaser do novo filme de Frank Miller, o aguardado Sin City… ops, desculpe a gafe… o aguardado The Spirit, a genial criação de Will Eisner. Embalado pela canção de Os Intocáveis e com a mesmíssima estética de seu filme anterior, a nova produção dirida por Miller parece não apresentar grandes novidades visuais. Espero que o respeitado criador dos comics não meta os pés pelas mãos. Assista ao trailer-teaser abaixo e clique aqui para baixar papéis de parede do personagem.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis. from www.movieweb.com posted with vodpod

Os perigos do Spirit no cinema

Poster do filme The Spirit - Clique para ampliar em alta resoluçãoA Lionsgate lançou nesta semana o site oficial do filme The Spirit, dirigido pelo quadrinista Frank Miller, cuja experiência como diretor de cinema resume-se apenas à co-direção da adaptação para a tela grande da série de quadrinhos Sin City, de sua autoria. Este filme, que já tem programadas duas seqüências, foi dirigido também por Robert Rodriguez e teve ajuda de Quentin Tarantino.

Frank Miller até pode ser considerado um gênio nos quadrinhos. Participou decisivamente na renovação de vários personagens da Marvel e DC, como Demolidor (Daredevil) e Batman. Criou graphic novels excepcionais como 300 e Ronin. Mas… dirigir um filme é algo que exige outro tipo de talento. Principalmente quando falamos de uma adaptação de um dos mais formidáveis personagens dos quadrinhos, o Spirit, criado pelo genial Will Eisner. As aventuras do detetive de Central City têm uma atmosfera que nada tem a ver com os efeitos moderninhos de Sin City no cinema, que são ótimos e funcionaram muito bem na história de Frank Miller. Veja acima o poster do filme, desenhado por Miller (clique nele para ampliá-lo). Pode ser ótimo para quem quer assistir a Sin City. Mas, para apresentar a imortal criação de Eisner é horroroso. The Spirit merece respeito e atenção. Ficaria mais tranqüilo se Peter Jackson, o premiado diretor da trilogia O Senhor dos Anéis e da brilhante nova versão de King Kong, estivesse à frente desse projeto. Mas é Frank Miller. Vamos ver o que acontece.

Para baixar papéis de parede do Spirit, de Will Eisner, clique aqui.

Will Eisner, o sonhador

Will Eisner - Clique para ver o trailer Will Eisner: Portrait of a Sequential ArtistWill Eisner - Clique para ver o trailer Will Eisner: Portrait of a Sequential ArtistWill Eisner - Clique para ver o trailer Will Eisner: Portrait of a Sequential Artist
“Na melhor das hipóteses, a sociedade tende a considerar seus sonhadores com tolerância. Sonhadores caminham pela vida com um ritmo todo pessoal. Eles tomam decisões ou se interessam por empreendimentos que, muitas vezes, parecem ingênuos e duvidosos para os pragmáticos, que, no fim, prosperam em oportunidades disseminadas pela fantasia e devaneios.” É assim que o genial desenhista Will Eisner inicia o prefácio de O Sonhador, uma graphic novel de sua autoria que a Devir acaba de lançar. E ninguém melhor do que o autor para explicar sua obra, quase auto-biográfica.

A história se passa em meados dos anos 30, quando a indústria das revistas em quadrinhos começou a se tornar popular. “Novos estúdios de produção de revistas em quadrinhos apareceram subitamente e prosperaram quase que da noite para o dia”, lembra Eisner. Embora O Sonhador tenha sido elaborado como uma obra de ficção, “no fim tomou a forma de um relato histórico”, confessa. E é verdade. O personagem se chama Billy Eiron (uma referência clara ao seu nome), e em sua jornada ele encontra gente famosa como Bob Kane, Jack Kirby, Lou Fine, George Tuska, entre outros. Ou seja: quem é fascinado por quadrinhos irá encontrar neste livro uma série de referências históricas retratadas por ninguém menos que um dos grandes nomes dessa arte, que Eisner costumava chamar de “arte seqüêncial”.

Spirit - The Return of Autumn Mews - 2/10/49 - Clique para ampliarCoincidentemente, durante o Austin Film Festival, que aconteceu entre 11 e 18 de outubro, foi apresentado o documentário Will Eisner: Portrait of a Sequential Artist (cujo o trailer você pode assistir clicando na imagem acima), dirigido por Andrew D. Cooke. O filme conta a carreira de mais de 60 anos do consagrado mestre, que inspirou toda uma geração de artistas e leitores.

Mas este não é o primeiro documentário que conta a trajetória de Will Eisner. Os brasileiros Marisa Furtado e Paulo Serran realizaram o elogiadíssimo documentário Will Eisner – Profissão Cartunista, que recebeu o troféu HQ Mix em 1999. Dividido em três partes de aproximadamente uma hora cada, o filme foi co-produzido pela TV Senac (hoje, SescTV) para exibição em TV a cabo.

Spirit e suas mulheres fatais - Money, Money - 23/11/1947 - Clique para ampliarA primeira parte é focada exclusivamente na história de um dos mais importantes e criativos personagens dos quadrinhos, Spirit, criado por Eisner no início dos anos 40. A segunda parte – chamada de O Sonho – conta o início da carreira do artista sonhador que sempre lutou para que os quadrinhos tivessem status de arte. Master Class é o nome da terceira parte do documentário que é, praticamente, uma aula magna com o mestre quadrinista falando sobre as técnicas e o desenvolvimento do que ele chama de arte seqüêncial.

Um grande diferencial desta produção foi o processo de animação pelo qual passaram os desenhos de Eisner, que deixou o autor exultante: “Ficou excelente! As seqüências animadas estão brilhantes”, disse Spirit - A River of Crime - 30/11/1947 - Clique para ampliardepois de ver o documentário. Entre os artistas que participam prestando depoimentos, estão Ziraldo, Angeli, Jerry Robinson, Jano, entre outros. Infelizmente Will Eisner – Profissão Cartunista ainda não foi lançado em DVD. Assim, quem tiver interesse em assisti-lo tem que acompanhar a programação da SescTV e torcer para que ele seja reprisado.

No próximo dia 3 de janeiro de 2008, fará 3 anos que William Erwin Eisner morreu. Leia aqui um texto emocionante que o desenhista Maurício de Souza escreveu no dia 4, quando soube de sua morte.
Para saber mais leia o verbete sobre Eisner na Wikipédia em português e em inglês, e na Comiclopedia.
Visite também o site oficial do artista e a página de Eisner na Devir, que já lançou sete livros do grande mestre.

Para baixar alguns papéis de parede que fiz a partir de desenhos de Will Eisner, clique aqui.

Will Eisner