Homem Aranha encara os X-Men na Marvel

Para comemorar seus 70 anos, a Marvel Comics organizou uma votação entre seus leitores para eleger as 70 melhores revistas em quadrinhos de todos os tempos lançadas pela Casa das Idéias e o resultado foi divulgado no final do mês passado. E qual foi a revista mais votada? Exatamente! A edição n°15 da revista Amazing Fantasy, que foi lançada nos Estados Unidos em agosto de 1962. A preferência dos leitores se justifica pois foi nesse número que se publicou a primeira aventura do mais popular e carismático personagem da Marvel, o Homem-Aranha. Em segundo lugar ficou a revista do Quarteto Fantástico (Fantastic Four #48) com a história da chegada de Galactus e seu arauto, o Surfista Prateado e em terceiro lugar ficou a revista Giant-Size X-Men n°1 que traz a reformulação da equipe de mutantes promovida por Len Wein, que escreveu, e Dave Cockrum, que desenhou a história.

Mas essa eleição mostrou também que os X-Men estão por cima da carne seca: do grupo de heróis mutantes foram escolhidas nada menos que 19 revistas. E isso sem contar com as histórias solo de Wolverine, com três revistas no total. Eles ultrapassaram de longe o cabeça-de-teia, que teve 10 revistas selecionadas entre as 70 melhores.
  
Entre as revistas dos X-Men que foram votadas pelos leitores estão o primeiro número que apresentou “os mais estranhos super-heróis” (imagem de cima à esquerda), a aparição e a morte da Fênix e a edição especial Deus Ama, O Homem Mata (God Loves, Man Kills). Esta história foi lançada pela primeira vez no Brasil em janeiro de 1988 (há pouco mais de 21 anos, portanto!) com o título de O Conflito de uma Raça, inaugurando a série Graphic Novel, da Editora Abril, que passaria a publicar histórias gráficas bem especiais com personagens da Marvel e da DC. Em maio de 2003 a Panini relançaria a aventura num álbum especial, mantendo a tradução literal do nome da história e mudando a capa (compare as duas versões abaixo). As primeiras aventuras do grupo de mutantes comandados pelo Professor Xavier podem ser conferidas no livro Biblioteca Histórica Marvel – Os X-Men, Volume 1 (imagem de cima, à direita), que a Panini lançou no ano passado. É uma edição luxuosa, com belíssimo acabamento gráfico e indispensável para os fãs.
  
Outros personagens que tiveram revistas lembradas foram os Vingadores (Avengers, New Avengers) com 6 edições, Capitão América (Captain America) com 5; Quarteto Fantástico (Fantastic Four) com 4 e o Incrível Hulk (The Incredible Hulk) com 3. Entre os desenhistas, Jack Kirby, o Rei, é o que teve mais histórias selecionadas nesse panteão da Marvel. Junto com ele estão artistas como Steve Ditko, John Byne, John Cassaday, David Finch, John Romita, Andy Kubert, Steve McNiven e muitos outros. O desenhista brasileiro Mike Deodato também aparece numa das revistas escolhidas (Dark Avebgers n°1). Mortes de personagens, primeiras aparições e casamentos foram temas bem lembrados, além das primeiras edições de publicações que fizeram história, como Spider Man, Avengers, The Incredible Hulk e Captain America Comics.

 para conferir a lista completa com as 70 revistas escolhistas pelos leitores da Marvel.

Para ler mais sobre os personagens da Marvel, CLIQUE AQUI. Veja também todos os papéis de parede com personagens marvel que publicamos neste blog.

Anúncios

O poster do Incrível Hulk e os filmes da Marvel

Poster de O Incrivel Hulk - CLIQUE PARA AMPLIARAproveitando que estou publicando o poster do filme O Incrível Hulk ao lado (repare que o nosso Hulk é mais verde que o Hulk de qualquer outro poster encontrado na internet…), dou uma atualizada sobre os próximos filmes da Marvel. Como todos já sabem, no final da aventura do Gigante Esmeralda surge Tony Stark conversando com o General Ross sobre um projeto secreto que nos remete ao filme dos Vingadores (The Avengers), programado para chegar às telonas apenas em julho de 2011. Mas esta será a última produção desta nova safra de filmes com personagens vinculados ao supergrupo de heróis.

Antes de Os Vingadores, estão previstos o segundo filme do Homem de Ferro (Iron Man 2), que chega no dia 30 de abril de 2010 e o Poderoso Thor, dirigido por Matthew Vaughn (de Stardust – O Mistério da Estrela) que estréia em julho. No ano seguinte, será a vez de Capitão América: o Primeiro Vingador (The First Avenger: Captain America), produção que está programada para ser lançada no dia 6 de maio de 2011. Por sinal, quem está querendo interpretar o herói mais bandeira do pedaço é o ator que encarna o Duas-Caras em Batman, O Cavaleiro das Trevas, Aaron Eckhart. Seria uma ótima escolha.Homem de Ferro volta a voar - CLIQUE PARA FAZER O DOWNLOAD DESTA FOTO EM ALTA RESOLUÇÃO

Portanto, segure a ansiedade e aguarde, pois outros personagens da Marvel que não têm ligação com Os Vingadores, estão chegando: para este ano, O Justiceiro (The Punisher) que estréia em dezembro. Isso sem falar no filme do Wolverine, que tem previsão de lançamento em 1º de maio de 2009, além dos novos filmes do X-MenHomem-Aranha que deverão chegar em 2010 e 2011, respectivamente. E vamos torcer por um novo filme do Hulk mais adequado ao personagem.

CLIQUE AQUI para baixar papéis de parede com personagens da Marvel.

A batalha do século passado

Capa de Super-Homem contra o Homem-Aranha - CLIQUE PARA AMPLIARTodo final de ano a Editora Brasil-América (Ebal) costumava colocar nas bancas seus almanaques anuais com os principais personagens da editora, como Zorro (The Lone Ranger), Tarzan, Batman, Super-Homem, Homem Aranha. Mas no final de 1976, início de 77, as bancas reservaram uma grande surpresa para os leitores de quadrinhos; algo impensável até então: o Almanaque dos Heróis trazia o encontro entre os dois principais personagens das duas maiores editoras de quadrinhos (comics) dos Estados Unidos, a Marvel e a National Periodical, que também era chamada de DC.

Foi uma revolução. Algo que os fãs talvez sonhassem, mas que era improvável acontecer. Como juntar as duas editoras arqui-rivais em um projeto? Impossível! Bom… era impossível até que o grande desenhista Carmine Infantino assumiu a direção da DC Comics. A partir dai, “a realização editorial do ano” – como este lançamento foi definido no texto de apresentação da revista – começou a sair do papel.
Página 56 - Homem-Aranha acerta o Super-Homem - CLIQUE PARA AMPLIARStan Lee e Carmine Infantino - Clique para ampliar
O editorial, publicado na segunda capa, explicava: “Esta é uma das mais espetaculares produções dos quadrinhos de todos os tempos. E tudo levava a crer que não pudesse ser feita. (…) O único e grande obstáculo residia na natural rivalidade das editoras – Marvel e National – que produzem as aventuras dos O Super dá um soquinho no cabeça de teia - CLIQUE AQUI PARA AMPLIARdois mais populares super-heróis. Mas seus chefões, Carmine Infantino, tutor do Homem de Aço, e Stan Lee, pai do Homem Aranha, amigos de longa data, facilitaram tudo.” Os dois “deram uma verdadeira lição de co-existência”. Mais adiante o texto cita uma frase de Stan Lee que resume o trabalho: “Nada é difícil demais quando a gente quer mesmo realizar”.

A publicação foi um trabalho em conjunto, uma soma de esforços dos profissionais das duas editoras. O desenho foi feito por Ross Andru, na época desenhista do Homem-Aranha e a arte-final foi de Dick Giordano, que finalizava as aventuras do Batman. Aliás, em se tratando de desenho, sempre achei a fase do Andru uma das piores do cabeça de teia. A história foi escrita por Gerry Conway. Carmine Infantino fez a criação da capa, preparando o rafe para que Ross Andru e Giordano finalizassem o trabalho.Super-Homem e Homem-Aranha - CLIQUE PARA AMPLIAR

Essa publicação realmente representou “uma nova abertura editorial”. A partir do sucesso dessa experiência, os “crossovers” passaram a ser cada vez mais freqüentes e personagens de outras editoras também passaram a viver experiências semelhantes. Tudo isso porque dois executivos deram o primeiro passo para uma nova era de aventuras.

No Brasil a revista foi publicada numa edição colorida no formato 26,7 x 34,7 cm, com capa plastificada e 100 páginas. Em janeiro de 1999, a revista americana Wizard publicou um desenho de Alex Ross, que recria com todos os detalhes, esta capa clássica (veja aqui o papel de parede que fiz A capa original - CLIQUE PARA AMPLIAR com esse desenho). Segundo o artista, A Batalha do Século – Super-Homem Contra o Homem-Aranha foi “uma experiência da cultura pop inspiradora para minha juventude”. É… foi uma idéia e tanto.

Para fazer o download de mais wallpapers com a arte de Alex Ross, clique aqui. Todas as imagens que ilustram este texto podem ser baixadas numa boa resolução.

Mais fotos de O Homem-Aranha 3


Como o pessoal que visita este blog está curtindo as fotos do novo filme do Homem-Aranha que publiquei aqui, aqui e aqui (ou seja, nos três últimos textos publicados…), aproveito para deixar mais três cenas do filme. Note que algumas delas podem ser usadas no desktop de seu computador. Você pode clicar em cada uma das fotos para ampliá-las, exceto a pose do Aranha com o uniforme negro ao lado, que pode ser ampliada clicando-se aqui.

O Homem-AreiaNa cena de cima vemos o amigo da vizinhança não tão amigo assim, enquanto que na imagem da esquerda vemos o Homem-Areia se preparando para enfrentar o cabeça de teia nos subterrâneos de Nova York.

Embaixo vemos o Homem-Aranha com seu uniforme tradicional durante a vertiginosa batalha final contra Venon e um Homem-Areia gigantesco. Agora… um detalhe: já repararam como o uniforme do Aranha rasga à-toa? Nem o paletó de Peter Parker rasga com tanta facilidade…

Se você gosta de enfeitar o desktop de seu computador com papéis de parede, visite o site oficial do filme ou então clique aqui para baixar alguns que fiz com fotos de divulgação para imprensa ou imagens de histórias em quadrinhos clássicas.

Fotos do filme O Homem-Aranha 3

James Franco
O filme estréia mundialmente na próxima sexta. Mas os fãs contam os segundos para a estréia da mega-produção da Sony Pictures. Para aplacar um pouco a ansiedade da turma, publico aqui algumas fotos do Homem-Aranha 3 com comentários. A de cima é o James Franco, que faz o papel de Harry Osborn, detonando em seu skate voador. A do Venonlado é o Venon, numa das pouquisimas imagens que a Sony divulgou para a imprensa. Quem assistir ao filme vai vibrar com a aparição desse venenoso malfeitor!!! (Aí!) Venon é interpretado pelo ator Topher Grace, que está bem diferente daquele rapaz bobo e franzino – o tal do Eric Forman de That’s 70 Show.

Embaixo vemos o cabeça-de-teia com um baita problemão: Areia a dar com o pau.

Se você quiser ver as fotos num tamanho maior, basca clicar em cima de cada uma delas.

Se você gosta de wallpapers, veja o que tem aqui sobre o Homem-Aranha nos quadrinhos e no Cinema. Ou então visite o site oficial do filme clicando aqui.

Para ler mais sobre o Homem-Aranha (e ver mais fotos), clique aqui.

Homem-Aranha x Homem-Areia

Alex Ross, o pintor de heróis

SpidermanAlex Ross é realmente um dos grandes artistas da arte seqüêncial da atualidade. Sua visão humana e, ao mesmo tempo, grandiosa dos super-heróis é inconfundível. Assim como sua tradição de retratá-los como figuras clássicas, de um passado inesquecível. Em seu site oficial, que deve ser uma visita obrigatória para quem gosta de arte, o internauta pode conhecer mais sobre o artista, baixar espetaculares papéis de parede com personagens da DC e da Marvel, visitar sua variada galeria e ver, por exemplo, que sua sugestão para a caracterização do Duende Verde, no filme O Homem Aranha, de Sam Raimi (veja figura abaixo), era muitíssimo melhor do que aquela coisa que foi escolhida e que mais parecia um vilão saído do seriado Power Rangers. Se você tiver algum trocado, pode também comprar uma das belíssimas pinturas ou desenhos originais de Alex Ross, com preços variados que podem chegar a 15 mil dólares. Mas há rafes pela bagatela de 300 dólares.
Para saber mais sobre este pintor, visite o site da Wikipédia em português ou, o mais completo, em inglês.
Duende Verde, por Alex Ross
Fiz alguns papéis de parede com a arte de Alex Ross. Para fazer o download desses wallpapers, clique aqui.